sábado, 7 de fevereiro de 2009

Brisa

Tu provocas prazer nas estrelas e do chão as vejo bem
Alcanço a lua cheia estando no colo de um certo alguém
Céu azul cor de um beijo quente, de longe a brisa vem
Anunciar, na madrugada, qual parte sua me convém

Viajamos juntos e juntos amamos sem pudor
A cama acalenta nossos corpos quentes de amor
A brisa vem mais uma vez dizer, na janela,
Que a noite do prazer é nossa noite eterna

Caio mais do que o corpo pode suportar.

2 comentários:

b-kaixao disse...

Leve como uma brisa... Forte como um Gol sahiudhasiuda :D


=*

Carlos Eduardo Mélo disse...

Belíssima...
Roubou-me as palavras.