quinta-feira, 9 de julho de 2009

Assobio

É nessas horas que eu enxergo
até mesmo em pleno breu:
um sabiá na gaiola
está mais livre do que eu.

2 comentários:

b-kaixao disse...

As vezes me sinto preso. Mas nem sei o motivo Oo


Beijo, Nega!

Gabriel Pinto disse...

"...Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda..."