terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Desabafo

A gente mal nasce e precisa ser bom agouro
- Esse saiu médico!
- Esse, engenheiro!
- Tá na cara que vai ser astronauta.
Eu nasci querendo procurar o velo de ouro
Com Jasão e um famoso argonauta.

Vão nos colocando roupas e nos enchendo de pudor
- Ficar nu não é coisa de futuro doutor!
Assim, sigo a vida sendo tratado como imbecil
Mais um pobre e falido poeta juvenil.

A gente quer mostrar o que sabe fazer, mas ninguém liga
Ler meus textos é coisa para uma fiel e paciente amiga.
Lá pelo 4º parágrafo, o leitor quer a morte
E eu, querendo ingerir qualquer tipo de droga forte.

Então, sabe o que mais eu desejo para vocês?
Que vão catar coquinho, bando de burguês!
E se não entenderam, meu ego repete:
Minha última liberdade é escrever na internet.

Um comentário:

b-kaixao disse...

Quando eu crescer quero ser que nem você!