domingo, 26 de abril de 2009

Serafim

O céu azul paira intocado
O transporte segue pro outro lado
Sonhemos com São Paulo

A manhã raia com timidez
Lá na cidade, vai ser a minha vez
Rumemos a São Paulo

Passa o boi, passa a boiada
Logo estaremos chegando a estrada
Vamos a São Paulo

A vista vai se acinzentando
"É a fumaça", mas continuemos rumando
Cheguemos a São Paulo

Cruzamento da Ipiranga com meu santinho
O transporte desce a ladeira bem devagarinho
Observemos São Paulo

Ponto final, o motorista sai
A bênção, meu querido Pai
Me ajuda a sobreviver em São Paulo

3 comentários:

Arnaldo Vieira disse...

Cidade cinza como o blog,
poesia colorida =)
gostei!

Pequena Poetiza disse...

linda poesia
obrigada por sua visita

beijos

b-kaixao disse...

Há muito talento por aqui.

=*