sábado, 27 de junho de 2009

Surgir das cinzas

Cansaço. Ultimamente esta é a palavra que eu mais pronuncio.
Cansaço da faculdade que insiste em me roubar tempo da poesia.
Cansaço de trabalhos que se acumularam, das provas que eu respondi errado, da professora anunciando mais uma tarefa.
Cansaço do ônibus que demora a chegar, cansaço da hora que não quer passar.
Cansaço de chegar em casa e ver a mesa já tirada, cansaço de não poder parar para pensar em minha vida.
Cansaço de ler, mas não ser lida.
Cansaço de dar meu máximo e receber, frequentemente, o mínimo dos outros a minha volta.
Cansaço, mas não revolta.

Drummond escreveu em sua vida de poesias que "de tudo fica um pouco".

Quem sabe desta minha fragilidade, fique um pouco da lembrança de um abraço.
Quem dera lembranças boas fiquem comigo durante muito mais tempo.

O que eu espero é que muito do que eu sou continue comigo.
Jamais perder o dom da poesia...
Jamais esquecer como se sorri...
Jamais abandonar e ser abandonada...

A alma fica, e o resto é conversa fiada.

6 comentários:

Caio Tomazini Munhoz Moya disse...

"cansada de ler e não ser lida"

Cara colega de hobby, não pense deste modo, pois eu leio este lindo blog. Lembre qdo me lembrou em não escrever sobre o cotidiano, conforme ensinava o saudoso itabirano.

É um texto escondido de muita intensidade e enorme desabafo. Julho chegou para uma nova era poética, desta saudosa escritora. Tenho plena certeza das minhas plavras.

Quero este Blog lindo como sempre e com textos muito bem burilados como o de costume.

"a alma fica, e o resto é conversa fiada" eu acrescentaria choro de perdedor.

Bjão! Te admiro muito

rizbicki disse...

Relaxa. Isso passa, o que é importante fica =)

b-kaixao disse...

Eita... chegou o grande dia!

Todos os grandes poetas sentiram isso que você sente! hahahaha.

Beijão.

Gabriel Pinto disse...

"A alma fica, e o resto é conversa fiada."

lindo isso!

sobre o não ser lida

Já dizia Drummond "A literatura estragou tuas melhores horas de amor."

Fernando disse...

Fiquei até sem jeito de receber seu elogio no meu blog, pois meus textos nem ao longe se comparam aos seus.

Um grande abraço.
Até breve.

Antônio Sozinho disse...

vai passar, fe.