segunda-feira, 2 de junho de 2008

Sindicato dos Poetas

Toda profissão tem um sindicato (ou pelo menos sua maioria).
Incluam-se aqui desde mecânicos até médicos.
Estive pensando se existe sindicato para os poetas...
Porque faz falta ter com quem reclamar!
Por enquanto não sou ouvida
Mas quero expor aqui minhas reclamações:
1 - O poeta deveria ter o direito legal de parar suas atividades
paralelas para escrever (e com isso não perder suas horas de trabalho).
2 - O poeta deveria ter permissão para acordar mais tarde. Lógico, porque
quem fica de noite espiando a lua no céu para depois escrever suas impressões?
3 - O poeta deveria ter uma cidade onde morassem todos os outros poetas. Durante seus
encontros diários, sairiam furtivas conversas que resultariam em poemas.
4 - O que o poeta escreve deveria surtir algum efeito no mundo! É desesperador perceber que nada muda, e que nossas palavras não movem palha alguma...

Pensando por este lado, este sindicato nunca existirá.
Serei sempre uma adolescente sonhadora que escreve textos medíocres
para serem publicados em uma página virtual.

Ah! Eu quero afogar-me em livros de poesia para sempre...

2 comentários:

Daniela Patrício disse...

Concordo plenamente!!!
Vamos começar um sindicato agora msm!!! rsrsrs

Gabriel Pinto disse...

mais um sindicalizado!