segunda-feira, 21 de julho de 2008

Insônia e agonias internas

São 90 questões. É melhor acostumar-me com isso.
São 90 chances de mostrar que aprendi teorias em minha vida...
...que soube decorar fórmulas e princípios...
...que dediquei meu tempo à energia cinética e números atômicos.
Uma chance única de provar que me esforcei durante este ano...
...que agüentei críticas e desaforos...
...que soube levantar-me cedo para ter mais um dia cheio
de coisas vazias pela frente.
Durante o ano não perguntaram-me como estava me sentindo...
...se estava feliz, se estava triste...
...não quiseram saber nada.
Fui pouco a pouco secando minha poesia que outrora era meu ar,
minha fonte de energia e motivação.
Hoje, a poesia virou um suspiro, com meu nariz apenas um milímetro para fora d'água.
Estou afogando-me gradativamente.
Inexoravelmente.
Espero sair viva deste mar quando o ano acabar.

Um comentário:

Daniela Patrício disse...

Eu sei bem como vc se sente... vc nem imagina o qto! e pensar q as cobranças só aumentam ao longo da vida...=/
Mas uma coisa não nos podem roubar: a nossa poesia!! tbm tenho me sentido meio seca por dentro... meio sem cor.
Mas precisamos reagir sempre!
Eu estou tentando...
Adorei a poesia!

beijosss